28 ℃

Cidade

Justiça sensibiliza sociedade para a realidade dos acolhimentos

Com as festas de final de ano, organizações civis e voluntários promovem eventos em prol de crianças e adolescentes que estão em instituições de acolhimento por medida de proteção.

Qua, 14 Dezembro de 2022 | Fonte: Assessoria TJMS


Justiça sensibiliza sociedade para a realidade dos acolhimentos
Projeto Padrinho é desenvolvido pelo TJMS em todo o Estado há mais de 20 anos.
Apesar da relevância do gesto, o juiz Maurício Cleber Miglioranzi Santos, que responde pela área da infância na comarca de Corumbá, por meio do Projeto Padrinho, vem reforçando a relevância de que as ações sejam desenvolvidas no curso do ano, período em que há menor visibilidade social e comunitária. 
 
“Em Corumbá e Ladário, temos incentivado as entidades parceiras a, em vez de concentrarem suas ações sociais nos períodos festivos, fazerem-se presentes em eventos mensais (uma entidade por mês), tais como as confraternizações de aniversários nos acolhimentos. Assim, temos conseguido enriquecer a convivência social de crianças e adolescentes em acolhimento institucional durante os doze meses do ano”, frisou.
 
Outra atuação relevante para o desenvolvimento de crianças e adolescentes, no entender do juiz, tem sido a participação de entidades religiosas, as quais têm se mostrado muito comprometidas em realizar atividades lúdicas com as crianças no curso do ano.
Justiça sensibiliza sociedade para a realidade dos acolhimentos
 
Importante lembrara que o Projeto Padrinho, desenvolvido pelo TJMS em todo o Estado, existe há mais de 20 anos em MS. É uma iniciativa que busca a aproximação de crianças e adolescentes em acolhimento objetivando atender suas diferentes necessidades. Para tanto, os padrinhos podem ser afetivos, empresários, profissionais liberais (dentistas, pedagogos, etc) ou financeiros.
 
Por meio dessa última modalidade de apadrinhamento podem ser custeadas diversas atividades como escola, curso e prática de esportes. Graças a essas doações, crianças e adolescentes sob a tutela do Estado podem ter o devido desenvolvimento social, físico e intelectual assegurado.
 
Atualmente em Corumbá e Ladário são mais de 50 crianças e adolescentes acolhidos e em acompanhamento que contam com a valorosa participação de voluntários e aporte dos serviços públicos pela equipe de atendimento local.
 
Por mérito dessas parcerias, além das atividades regulares desenvolvidas durante o ano, os acolhidos participarão no período de férias escolares de oficinas de artesanatos, confecção de biscoitos, doces, salgados, confecção de pipas, pinturas, concurso de música e dança, visitação a espaços públicos, entre outras atividades.
 
Para ser um incentivador, basta emitir um boleto gerado no site do TJMS pelo link  https://www.tjms.jus.br/contaunica/guia_deposito_emissao.php e preencher obrigatoriamente os seguintes dados: 
 
SubConta: 799386
DADOS DO PROCESSO
Nº do Processo: 0000423-57.2022.8.12.0008
Comarca/Vara: CORUMBÁ - 1ª VARA CIVEL
Natureza do Feito: PROJETO PADRINHO 
 
Mais informações sobre essas ações podem ser obtidas em https://www.tjms.jus.br/projetos/padrinho (Projeto Padrinho) e pelo facebook do Projeto Padrinho Corumbá.
Correio de Corumbá

SIGA-NOS NO Correio de Corumbá no Google News

 
 
 

Veja Também

Prefeitura realiza ação de encerramento do Projeto Técnico Social no Residencial Corumbella

A Prefeitura de Corumbá, por meio da Gerência de Habitação e Regularização Fundiária, pasta ligada á Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públic...

Câmara homenageia policiais por resgate de família que vivia em cárcere privado no Pantanal

A Câmara Municipal de Corumbá vai prestar uma homenagem a policiais civis e militares que, dias atrás, resgataram uma mulher e três filhos que viviam em situ...

FUNPREV realiza palestra previdenciária com técnicos da Educação

Iniciando as atividades de educação previdenciária de 2024 o FUNPREV realizou na quinta-feira (08) uma palestra sobre os benefícios e regras para aposentador...

Últimas Notícias