21 ℃

Benedito C.G. Lima

EU TENHO MEDO

Dom, 12 Fevereiro de 2023 | Fonte: Benedito C.G. Lima


Eu tenho medo 
Das preces, alfarrábios e enigmas
Escondido por traz
Das preces, alfarrábios e enigmas
Tenho medo da sirene
Das ambulâncias
Cortando as distâncias
Querendo chegar nos hospitais
Onde os ais
São melodias gravadas
Nas paredes
Acho isso um pesadelo
Sem Marca ou selo 
Carta negra emitida
Das profundezas
Assinalando o desmazelo
Pela vida de outrem. 
Outro trem fora dos trilhos
Morrem os pais e morrem os filhos 
Cemitérios
Covas – sorriso- aberto
Esperando corpos inertes chegarem
A vida se desenrolou
Numa Quarentena
Ninguém acertou a centena
E  a morte veio com certeza
E o nano- míssil saiu
Do oriente (cheio de gente)
Cumprindo a missão 
Da completa destruição do Ocidental !
 

Correio de Corumbá

SIGA-NOS NO Correio de Corumbá no Google News

 
 
 

Veja Também

“MEU PANTANAL SONHO ETERNO”

Sou pantaneiro Montado meu gado, cavalgo o meu sonho e me embrenho na mata. Sou pantaneiro E aqui deixei o meu sangue O meu suor A minha vida. Sou pantaneiro...

A MOTOCICLISTA

Desce a colina A linda menina Em sua moto Desenho ou foto Mistério ou encanto Magia surgida da poesia E segue espatifando O negrume da madrugada E leva sua b...

“SALÁ (RIO)/ SALAFRÁRIO”

Inventaram Uma grande bobagem: salário mínimo que não dá nem pro café quanto mais pra sub-viver. E depois os políticos no alto dos palanques pregam melhoria ...

VOA PÁSSARO

Voa pássaro imaginário Na tela cor de Rosa Da fantasia Fazendo a alegria Dos flashs Enquanto nos meandros Sutis da realidade O homem esconde A miséria Que se...