19 ℃

Benedito C.G. Lima

NÃO ME FANTASIO DE NEGRO!

Ter, 24 Janeiro de 2023 | Fonte: Benedito C.G. Lima


Não me fantasio de negro 
E hei de morrer 
Cresci dessa cor 
E hei de morrer 
Afro descendente. 
Não me fantasio de negro 
Nem mesmo para receber mensalmente. 
Sou negro de verdade 
Filho da África sofrida 
Finquei meus pés no Brasil. 
Não me fantasio de negro 
Empresto minha cor para a noite 
Alugo a escuridão para as estrelas brilharem. 
Não me fantasio de negro 
Compartilho a minha cor 
Sou ébano forte absorvendo a luz!
 

Correio de Corumbá

SIGA-NOS NO Correio de Corumbá no Google News

 
 
 

Veja Também

“O TEMPO NÃO VOLTA”

O tempo que se foiNão volta nem com reza bravapassou, passou.Apenas no vídeo tapeDa memória se estampouOs bons momentosOs maus momentosAlegriaOu tristezaSão ...

“SOU ARGONAUTA DAS LETRAS”

Perambulo nos encontramos do caos reinante. Busco a sonhadora Paz do viajante. Nada encontro quando me aparto no desconhecido. Sou viajor sem bússola.Vago se...

VÁ POETA! (PARA VIRIEN 19/01/07)

Vá o tordilho da esperançaVá Poeta, tché!Monte o tordilho da esperançaE atravesse as colinasDa existência E chegue até os pradosDo paraíso! II Vá Poeta, tché...

“A POESIA É ETERNA”

A Poesia é eterna Como eterno é o teu sorriso Como eterno É o paraíso. A poesia é pura e sincera Como puro e sincero é o meu amor por ti. Sou um louco poeta ...

Últimas Notícias