18 ℃

Gregório José

UM “DIA DAS MÃES” PARA VALORIZAR O VERDADEIRO AMOR MATERNO

Sáb, 11 Maio de 2024 | Fonte: Gregório José


O brasileiro tem a tradição de comemorar o Dia das Mães e em 2024 não será diferente. Levantamento feito em todas as capitais pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), em parceria com a Offerwise Pesquisas, revela que 78% dos consumidores devem realizar pelo menos a compra de um presente no período. A expectativa é de que aproximadamente 128 milhões de pessoas presenteiem alguém este ano, o que deve movimentar cerca de R$ 40,21 bilhões nos segmentos de comércio e serviços.

As compras para o Dia das Mães não são apenas um estímulo econômico. São uma oportunidade de lembrar e valorizar aquelas mulheres que dedicam suas vidas aos filhos em todas as fases. Primeiro com cuidados, depois com dedicação e atenção e, na fase dos filhos adultos, como verdadeiras fãs, torcendo pelo sucesso em cada nova conquista, seja educacional, profissional, ou pessoal, ao lado dos parceiros certos.

As principais presenteadas serão as mães (75%), a esposa (18%), a sogra (16%) e a avó (12%). O levantamento aponta que 18% dos consumidores devem gastar até R$ 100, enquanto 23% comprarão presentes entre R$ 101 a R$ 200. Em média, os consumidores pretendem comprar 2 presentes na data, com um ticket médio de R$ 314 considerando todos os gastos.

Entre aqueles que pretendem comprar presentes, 54% acreditam que as mães merecem o presente por seu carinho e esforço, 23% consideram que presentear é um gesto importante e 18% têm o costume de presentear as pessoas que gostam.

É fundamental lembrar que esses presentes devem ser reflexo de um amor verdadeiro e uma lembrança leal àquelas que tanto se dedicaram aos seus. Roupas, perfumes e cosméticos lideram o ranking dos presentes, mas mais do que o presente em si, é a intenção por trás dele que realmente importa.

Em relação aos gastos, 36% pretendem comprar a mesma quantidade de produtos este ano, enquanto 34% devem comprar mais e 15% comprar menos. Para a maioria dos consumidores ouvidos (70%), os preços dos produtos este ano estão mais caros do que no ano passado.

A pesquisa revela que no Dia das Mães deste ano, os produtos campeões de venda devem ser as roupas, calçados ou acessórios (42%), perfumes (41%), cosméticos (26%) e chocolates (17%). Os consumidores pretendem comemorar a data principalmente na casa da mãe (44%), em sua própria casa (28%) e 9% pretendem almoçar fora em restaurantes ou bares.

As lojas físicas aparecem como o principal local de compras dos consumidores (74%), principalmente em shopping centers (29%), shoppings populares (16%), lojas de departamento (15%) e nas lojas de rua (14%). Já 37% pretendem fazer ao menos uma das compras pela internet, sendo que 79% pretendem comprar em sites, 63% em aplicativos e 20% pelo Instagram.

O Dia das Mães é uma data para celebrar o amor, o carinho e a dedicação daquelas que nos deram a vida. Que os presentes que escolhemos sejam uma expressão desse amor verdadeiro, e que lembremos sempre de valorizar aquelas que nos amam incondicionalmente.

 

 

 


 

 
 
Correio de Corumbá

SIGA-NOS NO Correio de Corumbá no Google News

 
 
 

Veja Também

CELEBRANDO A IMPORTÂNCIA DO DIA DO GARI

Hoje, em meio ao ritmo frenético da vida urbana, paramos por um momento para celebrar aqueles que desempenham um papel essencial, mas muitas vezes subestimad...

UMA PESSOA NASCE LÍDER OU APRENDE A LIDERAR?

Acalorados debates ocorrem a respeito de uma questão absolutamente relevante sobre liderança: a pessoa nasce líder ou trata-se de uma habilidade a ser desenv...

O ABRAÇO QUE FALTOU

Era uma vez um homem que dedicou sua vida ao trabalho. Dias longos, noites infindáveis, tudo para garantir o sustento de sua família. Os filhos cresceram, fo...

TIO PAULO E O CACHORRO JOCA

Dois episódios que recentemente abalara a opinião pública nos força a mergulhar em uma profunda reflexão sobre os valores que regem nossa sociedade contempor...