18 ℃

Economia

Crianças de férias e calor intenso: confira como reduzir o consumo de energia elétrica

Energisa dá dicas para usar a energia de forma eficiente na estação mais quente do ano e evitar o susto no orçamento ao final do mês

Qui, 19 Janeiro de 2023 | Fonte: Karine Dias/Assessoria


Além de alterar a rotina de muita gente, os dias mais longos e o calor intenso, bem característicos desta estação do verão, também influenciam no consumo de energia elétrica.
O coordenador comercial da Energisa em Mato Grosso do Sul, Jonas Ortiz, explica que as altas temperaturas impactam diretamente no hábito das pessoas. “Quanto mais alta a temperatura, maior a variação de consumo. Ainda que o hábito da família não mude, é possível que haja um aumento de consumo exclusivamente por conta do calor. Um exemplo é o ar-condicionado. No calor, o equipamento acaba demandando mais energia para deixar o ambiente fresco”, explica.

O que acontece com o ar-condicionado também ocorre com outros equipamentos eletrônicos, como geladeiras, bebedouros de água e ventiladores, por exemplo. Por isso, a Energisa ressalta a importância de adotar hábitos de consumo consciente o ano todo para evitar o desperdício de energia e o susto no orçamento ao final de cada mês.
O verão também coincide com as férias escolares, o que também pode impactar na conta de energia. O coordenador comercial da Energisa lembra que as alterações na rotina incidem no consumo doméstico.

O coordenador comercial da Energisa em Mato Grosso do Sul, Jonas Ortiz, explica que as altas temperaturas impactam diretamente no hábito das pessoas. “Quanto mais alta a temperatura, maior a variação de consumo. Ainda que o hábito da família não mude, é possível que haja um aumento de consumo exclusivamente por conta do calor. Um exemplo é o ar-condicionado. No calor, o equipamento acaba demandando mais energia para deixar o ambiente fresco”, explica.

O que acontece com o ar-condicionado também ocorre com outros equipamentos eletrônicos, como geladeiras, bebedouros de água e ventiladores, por exemplo. Por isso, a Energisa ressalta a importância de adotar hábitos de consumo consciente o ano todo para evitar o desperdício de energia e o susto no orçamento ao final de cada mês.
O verão também coincide com as férias escolares, o que também pode impactar na conta de energia. O coordenador comercial da Energisa lembra que as alterações na rotina incidem no consumo doméstico.
Crianças de férias e calor intenso: confira como reduzir o consumo de energia elétrica
Divulgação

“A presença das crianças durante todo o dia, no período de férias, faz com que o consumo de energia elétrica aumente. A geladeira é aberta mais vezes, elas assistem mais TV, o celular é usado com mais frequência e carregado mais vezes também. Toda essa dinâmica impacta na conta de energia”, afirma Jonas Ortiz.

Veja as dicas da Energisa para administrar bem o consumo de energia:
Ar-condicionado: 23ºC é uma temperatura agradável para qualquer ambiente. Mantenha sempre as janelas e portas fechadas enquanto o equipamento estiver ligado e lembre-se que os filtros devem ser limpos com frequência, já que a sujeira dificulta a passagem do ar e reduz a eficiência do equipamento.

Ventiladores: esses aparelhos não resfriam o ambiente, então não devem ser deixados funcionando em ambientes vazios, pois desperdiçam energia.

Geladeiras e freezers: preferencialmente, esses eletrodomésticos devem ficar o mais longe possível do fogão, fornos e outras fontes de calor. A borracha de vedação da porta precisa estar em boas condições para não deixar o ar frio não escapar. Não forre as prateleiras com plásticos ou panos, porque isso atrapalha a circulação interna do ar. Não guarde alimentos e líquidos quentes. Regule o termostato para o funcionamento correto da geladeira e, por fim, evite abri-la toda hora sem necessidade.

Iluminação: no verão os dias são mais longos, então aproveite ao máximo a luz natural. E quando precisar das luzes, acenda apenas nos cômodos em que houver necessidade e apague as lâmpadas dos ambientes vazios. Também invista nas lâmpadas de tecnologia LED, que são as mais econômicas.

Aparelhos em stand-by: em geral, luzes indicativas acesas significam desperdício de energia. Então, desligue os aparelhos direto nos botões ou nas tomadas, e não apenas pelo controle remoto.

Ferro de passar roupa: nesse calor, economize tempo e energia. Passe apenas as peças essenciais. Roupas de cama, de academia e de ficar em casa dispensam o uso do ferro. Para não amassar, basta ter o cuidado de estendê-las corretamente no varal e dobrá-las ou colocá-las em cabides assim que secarem.

Chuveiro: “dê férias” para um dos maiores vilões do consumo de energia. Na hora do banho, use a posição “verão” ou aproveite o calor intenso para se refrescar com a temperatura do chuveiro no modo “desligado”.
Correio de Corumbá

SIGA-NOS NO Correio de Corumbá no Google News

 
 

Tudo Sobre

energia-eletrica
 

Veja Também

Agência de Regulação dá dicas simples para economizar energia elétrica no verão

Na estação mais quente do ano há um aumento significativo no consumo de energia. Essa ação gera consequências negativas tanto para o ambiente quanto para o b...

Devedores têm último fim de semana para aderir ao Desenrola Brasil

Os devedores de até R$ 20 mil que ganhem até dois salários mínimos ou sejam inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) ...

Desemprego atinge menor patamar em 10 anos para o primeiro trimestre; taxa é de 7,9%

A taxa de desemprego no país atingiu 7,9% no primeiro trimestre de 2024, o menor patamar para o período desde 2014, quando o índice estava em 7,2%. Em relaçã...

Indústria de MS abriu 620 novas vagas de emprego em março

Em março, o conjunto da atividade industrial foi responsável pela abertura de 620 postos formais de trabalho em Mato Grosso do Sul, resultado de 9.106 contra...