22 ℃

Saúde

CARTA AO PRESIDENTE DA REPÚBLICA

Qui, 20 Abril de 2023 | Fonte: Antônio Geraldo da Silva


Excelentíssimo Sr. Presidente Lula,

Escrevo essa carta aberta ao senhor com uma missão: combater o preconceito e a desassistência aos doentes mentais. Trabalho contra o preconceito desde sempre, mas em 2011 criei o neologismo Psicofobia para descrever o estigma que padecentes de deficiências e transtornos mentais vivem, fiz com a intenção de ajudar mais de 70 milhões de pessoas em nosso país. Agora, 12 anos depois, no mês (abril) dedicado a falarmos sobre a Psicofobia nos sentimos mais uma vez atacados e agredidos.

Hoje eu afirmo ao senhor que 95% dos atos de violência no Brasil não são cometidos por deficientes e doentes mentais e que eles são mais vítimas de preconceito estrutural, violência do Estado e da sociedade. Isso precisa acabar!

Presidente, acredito que combater o preconceito significa também denunciar a desassistência e o abandono. Por isso convido o senhor para fazer parte da nossa campanha contra a Psicofobia e nos ajudar a acabar com todas essas violências. Sabemos que o tratamento das doenças mentais precisa ser multidisciplinar, com serviços de promoção da saúde, prevenção de doenças e assistência primária, secundária e terciária, com capacidade para exames médicos, com acesso a medicamentos psicotrópicos nas Farmácias Populares e acompanhamento terapêutico. *Mas hoje temos uma psiquiatria privada de referência mundial, mas não conseguimos oferecer esse mesmo atendimento no serviço público mesmo tendo nos dois serviços os mesmos profissionais de saúde *, ainda há muito por fazer e por isso contamos com o senhor para que juntos possamos acabar com a Psicofobia e com a desassistência em nosso país.

Despeço-me na certeza de que o senhor aceitará o nosso convite e estará ao nosso lado nessa campanha.

Antônio Geraldo da Silva
Médico Psiquiatra 
Presidente da Associação Brasileira de Psiquiatria

Correio de Corumbá

SIGA-NOS NO Correio de Corumbá no Google News

 
 
 

Veja Também

SES registra caso de febre oropouche no Estado; paciente é mulher de 42 que viajou à Bahia

A SES (Secretaria de Estado da Saúde), por meio da Coordenadoria de Vigilância Epidemiológica, através da Gerência de Doenças Endêmicas, confirmou na quarta-...

Programa Mais Saúde com Agente registra 1,4 mil inscrições em Mato Grosso do Sul

O Programa Mais Saúde com Agente alcançou resultados expressivos em Mato Grosso do Sul, com um total de 1.407 inscritos no estado. Dentre esses, 899 são Agen...

Mato Grosso do Sul livre de sarampo: marco nacional rumo à eliminação da doença

Os últimos 10 casos de sarampo em Mato Grosso do Sul foram registrados em 2020. Esse período sem ocorrências no estado reforça o marco alcançado em todo o Br...