36 ℃

Geral

Água de Beber traz registro histórico do abastecimento em Cuiabá

Livro da jornalista e historiadora Neila Barreto conta com apoio da Águas Cuiabá e foi lançado na ETA Central, primeira estação de tratamento da capital mato-grossense.

Sex, 31 Março de 2023 | Fonte: Marianne Mariano/Assessoria de comunicação


Água de Beber traz registro histórico do abastecimento em Cuiabá
Fotos: Divulgação

No mês de celebração mundial ao Dia da Água, o lançamento do livro “Água de beber: abastecimento e uso no espaço urbano de Cuiabá (1780 – 1886)” da jornalista e historiadora Neila Maria Souza Barreto, marca um período histórico da capital mato-grossense. A obra, publicada pela editora Entrelinhas, resgata os registros e memórias do uso da água em Cuiabá na época da formação da vila colonial e cidade imperial. O lançamento ocorreu na quarta-feira (29), no Memorial da Água “Eng. José Luiz de Borges Garcia”, localizado na Estação de Tratamento de Água (ETA) Central. 

Publicado com apoio da Águas Cuiabá, “Água de Beber” é resultado dos estudos que a escritora realizou para sua dissertação de mestrado e evidencia a importância estratégica da água para a construção da tricentenária capital. “O livro surgiu de uma inquietação minha. Fazer o mestrado por si, foi um grande desafio. O “Água de Beber” é resultado de uma vivência do dia a dia com a água.” A autora relembra os mais de 30 anos em que trabalhou como jornalista no saneamento.

Políticas públicas de abastecimento de água no município entre o fim do século XVIII e XIX também são relembradas como ferramentas importantes para a criação de sistemas de captação e distribuição de água na cidade. Pouco mais de 130 anos depois, o setor viveu grandes transformações em termos tecnológicos e de gestão, passando de Sanemat para Sanecap, até o início da concessão em 2012. Em 2017, a Iguá Saneamento, por meio da Águas Cuiabá, assume os serviços no município. Acompanhando as mudanças ao longo do tempo, a água da bacia do rio Cuiabá segue sendo utilizada no abastecimento da população cuiabana. 

Água de Beber traz registro histórico do abastecimento em Cuiabá

O livro conta com um posfácio assinado pelo então diretor-geral da Águas Cuiabá e atual diretor de engenharia da Iguá Saneamento, William Figueiredo, que apresenta os sistemas de abastecimentos na capital, estruturas de atendimento e os investimentos realizados. 

“A água é o insumo do nosso trabalho diário. Reconhecemos a importância desse recurso para toda a população, por isso nos dedicamos em entregá-lo com excelência. Cuiabá vem avançando a passos largos no saneamento básico. Com os investimentos que ultrapassam a marca de mais de R$ 900 milhões, a cidade vive uma nova realidade, mais sustentável, com água de qualidade nas torneiras e coleta e tratamento de esgoto. O reconhecimento desse trabalho é nacional, com a presença no ranking do saneamento. Neste ano, subimos 23 posições e Cuiabá é hoje a capital que mais investe no Brasil, que representa um momento muito importante para todos os que vivem aqui”, ressalta Figueiredo. 

Sobre a autora - Neila Barreto é membro da Academia Mato-grossense de Letras, mestre em História pela UFMT (2005), graduada em Letras pela UFMT (1978) e bacharel em Jornalismo pelo IVE (1995). Especializou-se em Ciências Políticas pela Univag (1998). Foi professora do Estado de Mato Grosso e do IVE. Tem experiência em pesquisa, com ênfase em História Institucional, Memória, Genealogia e Biografias. Atuou como jornalista da Sanemat e Sanecap. É escritora e documentarista. É membro do Instituto Histórico e Geográfico de Mato Grosso (IHGMT).  

Água de Beber traz registro histórico do abastecimento em Cuiabá

Sobre a Águas Cuiabá – Por meio de concessão plena, iniciada em 2012 e com validade de 38 anos, a concessionária assumiu os serviços de abastecimento de água e esgotamento sanitário na capital mato-grossense em 2017. A empresa atende 605 mil pessoas e tem como objetivo universalizar o acesso da população à água de qualidade e à coleta e tratamento de esgoto. Pertencente ao Grupo Iguá, que está presente em 39 municípios brasileiros e alcança 7,1 milhões de pessoas com o compromisso de ser a melhor empresa de saneamento para o Brasil. 

Sobre a Iguá Saneamento: Companhia controlada pela IG4 Capital, a Iguá atua no gerenciamento e na operação de sistemas de abastecimento de água e esgotamento sanitário por meio de concessões e parcerias público-privadas. Uma das principais empresas do setor no país, está presente em 39 municípios de seis estados brasileiros – Alagoas, Mato Grosso, Rio de Janeiro, Santa Catarina, São Paulo e Paraná – com 18 operações que beneficiam pouco mais de 7 milhões de pessoas. Signatária da Rede Brasil do Pacto Global (iniciativa da Organização das Nações Unidas), a companhia assumiu o compromisso empresarial brasileiro para a biodiversidade, do CEBDS em parceria com o wbcsd. Recebeu pela Climate Bonds Initiative (CBI) a certificação do primeiro título verde da América Latina para infraestrutura hídrica. Por sua gestão sustentável da água, em 2022, foi uma das condecoradas no programa de Reconhecimento IWA Climate Smart Utility e, no mesmo ano, conquistou pontos que lhe renderam entrar no ranking da GRESB (Global Real Estate Sustainability Benchmark). Também marcou presença como 1º lugar na categoria saneamento, gestão de resíduos e infraestrutura, segundo o TOP Open Corps 2022. Ainda neste ano, oito concessionárias do grupo foram reconhecidas com o Prêmio Nacional de Qualidade em Saneamento (PNQS). Foi eleita, em 2022, pelo sexto ano consecutivo, uma ótima empresa para se trabalhar pela consultoria Great Place to Work (GPTW). www.igua.com.br

 

Correio de Corumbá

SIGA-NOS NO Correio de Corumbá no Google News

 
 
 

Veja Também

Autora une lançamento de livro com esquetes teatrais em iniciativa inédita

Quando lemos um livro, os personagens ganham rostos e vozes em nossa imaginação. Quando as obras são adaptadas para filmes e peças teatrais, temos a oportuni...

Livro infantil sobre preservação do Pantanal será lançado amanhã

Foi brincando com as palavras que a escritora e poetisa Elizabeth Fonseca elaborou o livro “Pedro Pato no Pantanal”, no qual abordou a fauna e a flora da reg...

Amizade literária inspirou lançamento de livro mais de 50 anos depois

Tem conselhos que perduram por uma vida toda. O conselho de um imortal, que o empresário e escritor João Batista Nogueira recebeu na década de 1970, resultou...