19 ℃

Política

Lula defende diálogo e apoio mútuo entre países latino-americanos na VII Cúpula da Celac

Em Buenos Aires, o presidente brasileiro esteve ao lado de líderes latino-americanos na formação de aliança para o desenvolvimento, durante abertura da Cúpula da Comunidade dos Estados Latino-Americanos e Caribenhos

Qua, 25 Janeiro de 2023 | Fonte: Secretaria Especial de Comunicação Social


Lula defende diálogo e apoio mútuo entre países latino-americanos na VII Cúpula da Celac
Foto: Ricardo Stuckert

Movido pelo propósito de fortalecer a integração latino-americana e caribenha, principal razão da existência da Comunidade de Estados Latino-Americanos e Caribenhos (Celac), o presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, fez a defesa, nesta terça-feira (24/1), de que somente o apoio mútuo é capaz de solucionar conflitos na América Latina. "Há uma clara contribuição a ser dada, pela região, para a construção de uma ordem mundial pacífica, baseada no diálogo, no reforço do multilateralismo e na construção coletiva da multipolaridade", sustentou Lula. O presidente discursou na abertura da VII Cúpula da Celac, realizada em Buenos Aires (Argentina). Ao lado de líderes das nações-irmãs, Lula comemorou o retorno do Brasil à Comunidade, após três anos de afastamento.

Com muita alegria e satisfação, segundo Lula, o Brasil está de volta "e pronto para trabalhar lado a lado com todos vocês, com um sentido muito forte de solidariedade e proximidade”, disse. Integrado por todos os 33 países da América Latina e Caribe, o bloco se orienta pela integração regional e consolidação de uma região pacífica, marcada por relações pautadas pelo diálogo e pela cooperação. Com efeito, conforme o presidente, as alianças formadas no âmbito da Celac são de extrema importância para o desenvolvimento.

Lula apontou que o Brasil apresentou, recentemente, a candidatura de Belém (PA) para sediar a COP30, programada para 2025. "O apoio que estamos recebendo dos países da Celac é indispensável para que possamos mostrar ao resto do mundo a riqueza de nossa biodiversidade, o potencial do desenvolvimento sustentável e da economia verde, além, é claro, da importância de preservação do meio ambiente e do combate à mudança do clima", argumentou.

ALÉM DA ECONOMIA — Para o alcance dos objetivos econômicos do grupo, o presidente Lula reiterou que o desenvolvimento social deverá ser a bússola das ações. "Nossa estratégia de desenvolvimento deve caminhar passo a passo com a redução da desigualdade, em suas diversas dimensões, com a garantia de acesso aos direitos fundamentais no campo da Educação, da Saúde e do Trabalho", frisou. Desta forma, a inclusão dos povos minoritários, altamente ameaçados pela negligência, é urgente. "Nada deve nos separar, já que tudo nos aproxima", sentenciou.

Mirando um "futuro comum de paz, justiça social e respeito na diversidade", Lula rememorou o passado exemplar e digno de orgulho de um brasileiro que mudou a história da Educação e deixou um legado para centenas de gerações. "Não poderia terminar sem homenagear um brasileiro extraordinário, que se dedicou a repensar nossa região, quando uma comunidade latino-americana e caribenha ainda era uma miragem. Em outubro passado, Darcy Ribeiro, homem público e um dos nossos maiores pensadores, teria completado cem anos. Tendo vivido o exílio, nos anos 60 e 70, ele foi dos primeiros a falar da nossa 'unidade na diversidade'. Essa Pátria Grande, e a apontar a contribuição civilizatória muito particular que a nossa região tem a dar para o mundo", sublinhou.

Confira a íntegra do discurso de Lula na abertura da VII reunião de Cúpula da Celac

Correio de Corumbá

SIGA-NOS NO Correio de Corumbá no Google News

 
 
 

Veja Também

Lula troca comandante do Exército e nomeia general ‘democrata’

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) demitiu, neste sábado (21), o comandante do Exército, general Júlio Cesar de Arruda. Ele foi empossado interiname...

General demitido do comando do Exército colocou dedo na cara de Cappelli e peitou Dino

O general Júlio César de Arruda, demitido do comando do Exército neste sábado, teve duras discussões na noite do dia 8 de janeiro com o ministro da Justiça, ...

Últimas Notícias