28 ℃

Política

Pagamento do Mais Social beneficia quase 90 mil famílias e injeta mais de R$ 26 milhões na economia de MS

Com benefício é possível comprar alimentos, itens de higiene pessoal e até gás de cozinha

Ter, 17 Janeiro de 2023 | Fonte: Comunicação MS


Pagamento do Mais Social beneficia quase 90 mil famílias e injeta mais de R$ 26 milhões na economia de MS

O Governo do Estado paga nesta terça-feira (17) o benefício do Mais Social para 87.920 pessoas, totalizando mais de R$ 26,3 milhões de reais injetados pelo programa nos 79 municípios de Mato Grosso do Sul. O Programa de transferência de renda, Mais Social, fornece um cartão de débito para as familiares comprarem alimentos, itens de higiene pessoal e até gás de cozinha.

De acordo com o governador Eduardo Riedel, o Mais Social é uma das prioridades da gestão, pois representa comida na mesa daqueles que mais precisam. “Existe uma camada grande de pessoas que estão em situação de vulnerabilidade, principalmente em função da pandemia. Por isto estamos cumprindo nosso papel de prestar assistência a essas famílias. Os programas sociais são fundamentais para garantir cidadania. Faremos uma gestão inclusiva e não deixaremos ninguém para trás”, afirmou Eduardo Riedel.

Já para a secretária de Estado de Assistência Social e dos Direitos Humanos (Sead), Elisa Cleia Nobre, o Mais Social representa um compromisso com as famílias em vulnerabilidade. “Com a segurança do Mais Social, nossas famílias têm mais tranquilidade para tocar a vida. Sem dúvida é um diferencial, um grande investimento do Governo do Estado que transforma realidades”, ressalta Elisa Cleia.

A secretária explica ainda que nos 79 municípios de Mato Grosso do Sul há coordenações próprias do Mais Social, o que facilita o acompanhamento do beneficiário e sua evolução com o apoio do programa. “Não só pagamos o benefício, que é disponibilizado em forma de cartão de débito, mas também orientamos cada pessoa para que faça a utilização correta do Mais Social”, pontuo ela.

Suspensões Pontuais

A Sead revelou que 3.985 benefícios foram suspensos por problemas com informações do Cadastro Único (CadÚnico) e o uso indevido do benefício, que vão desde pagamento de bebidas alcoólicas até aquisição de jogos online, o que é vedado por lei.

Elisa Cleia lembrou que todas as recomendações de atualizações, de como usar o benefício, ou quem pode receber, são constantemente reforçadas junto aos beneficiários. “Precisamos tratar os recursos públicos com extrema responsabilidade e também garantir que as famílias que mais precisam, sejam atendidas”, afirmou a secretária.

O Mais Social deve ser utilizado para compras de itens de alimentação, higiene pessoal e até gás de cozinha, em estabelecimentos como mercados, minimercados e supermercados dentro do Estado de Mato Grosso do Sul. A compra de bebidas alcoólicas (cerveja, cachaça e similares), à base de tabaco (fumo, cigarro e similares) são proibidas pela Lei nº 5.639, de 5 de abril de 2021, que criou o Mais Social.

Em todos os casos de não recebimento nesta terça-feira (17), a SEAD orienta os beneficiários que procurem a coordenação local do programa em sua cidade para saber o motivo da suspensão do benefício. Em caso de desatualização, por exemplo, após a regularização e atendendo ainda aos critérios do programa, essa pessoa voltará a receber normalmente o Mais Social.

Dúvidas sobre o Mais Social também pode ser sanadas pelo telefone (67) 3368-9000.

Correio de Corumbá

SIGA-NOS NO Correio de Corumbá no Google News

 
 
 

Veja Também

Secretária de Assistência Social reafirma compromisso de ampliar valor do Mais Social 

Graduada em Serviço Social, especializada em gestão de políticas públicas sociais e mestre em educação, Elisa Cleia Pinheiro Rodrigues Nobre reafirmou o comp...

Ministério dos Direitos Humanos e da Cidadania publica portaria que recompõe a Comissão de Anistia

Novos integrantes da Comissão de Anistia são designados pelo Diário Oficial da União desta terça-feira (17) O Ministério dos Direitos Humanos e da Cidadania ...

“Missão é levar grandes obras para as 79 cidades do Estado”, afirma secretário de Infraestrutura

Com a missão de realizar obras importantes para as 79 cidades do Estado, o novo secretário estadual de Infraestrutura e Logística, Hélio Peluffo, destacou qu...

Mais Social: Governo suspende 3,9 mil benefícios por uso indevido e problemas no CadÚnico

A Sead (Secretaria de Estado de Assistência Social e dos Direitos Humanos) suspendeu 3.985 pagamentos do Mais Social em janeiro. Os cartões foram suspensos p...

Últimas Notícias