30 ℃

Turismo

Referência em turismo, MS vai participar da reestruturação brasileira no setor

Diretor-presidente da Fundtur participou em Brasília da 103ª reunião do Fornatur e agenda com o atual presidente da Embratur, Marcelo Freixo.

Dom, 12 Fevereiro de 2023 | Fonte: Nyelder Rodrigues/Comunicação MS


Referência em turismo, MS vai participar da reestruturação brasileira no setor
Foto: Renata Vaz/Embratur

Isto é Mato Grosso do Sul. A marca forte do turismo sul-mato-grossense representa toda a relevância que o setor conquistou nos últimos anos frente ao mercado nacional e internacional, trabalho que colocou o Estado como referência. Agora, Mato Grosso do Sul vai auxiliar o Brasil na reestruturação de sua marca no mercado.

Diretor-presidente da Fundtur (Fundação de Turismo de Mato Grosso do Sul), Bruno Wendling passou nesta semana dois dias em Brasília (DF) para participar da 103ª reunião do Fornatur (Fórum Nacional dos Secretários e Dirigentes Estaduais de Turismo) e também de agenda com o atual presidente da Embratur, Marcelo Freixo.

"O Freixo nos elogiou, gostou de ver o nosso trabalho, o planejamento que fizemos nesses últimos anos buscando a consolidação de Mato Grosso do Sul como referência internacional de turismo. Vamos liderar em conjunto com outros estados essa retomada da marca brasileira para o mercado fora do país", comenta Bruno.

Na próxima terça-feira (14), Wendling retorna à Brasília para mais uma ação que faz parte da reconstrução da estratégia de mercado do turismo brasileiro: o relançamento da Marca Brasil, criado na década de 2000 dentro do Plano Aquarela, encabeçado pelo catalão Josep Chias, uma das maiores referências em marketing turístico do mundo.

Plano Nacional

Já quanto ao turismo interno, brasileiro, Wendling destaca também que Mato Grosso do Sul terá voz ativa na construção do Plano Nacional de Turismo, instrumento quadrienal para balizar as ações do setor, no caso, entre os anos de 2023 e 2027. Ali, há foco no turismo como um todo, diferente da Embratur, que como Agência Brasileira de Promoção Internacional do Turismo, atua apenas no mercado fora do país.

"A ministra do Turismo, Daniela Carneiro, foi à Fornatur e segundo ela os estados vão participar dessa construção, via o próprio Fórum, que ganhou bastante espaço nos últimos anos. Essa construção deve acontecer nos próximos 60 dias", explica Bruno.

O diretor-presidente avalia ainda que é fundamental a participação das instituições regionais nessa elaboração do plano. "São políticas que estão nos estados e nos municípios que podem contribuir ativamente. Por isso é importante que haja diálogo".

Estratégia consolidada

Wendling destaca também que Mato Grosso do Sul possui atualmente um planejamento e estratégias consolidadas, assim como sua marca, no turismo, garantindo assim independência das ações federais. Contudo, o fortalecimento do país é uma peça que contribui para o crescimento regional dos negócios de turismo.

"A gente já tem a nossa estratégia desenvolvida. Essa nossa participação é um olhar coletivo, de contribuição para o Brasil retomar seu projeto e recolocar sua marca no cenário internacional", conclui o titular da Fundtur.

Correio de Corumbá

SIGA-NOS NO Correio de Corumbá no Google News