35 ℃

Agronegócio

Ministro da Agricultura e Pecuária do Brasil, Carlos Fávaro, comemora resultados da visita oficial à China

Fim do embargo à carne brasileira e novas oportunidades de negócios foram destaques da viagem.

Qua, 29 Março de 2023 | Fonte: Assessoria de Imprensa


Ministro da Agricultura e Pecuária do Brasil, Carlos Fávaro, comemora resultados da visita oficial à China
Foto: Divulgação/MAPA

A comitiva do Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa) encerrou nesta quarta-feira (29) sua missão oficial na China, com a participação no “Seminário Econômico Brasil-China” que contou com a presença de autoridades governamentais e empresários dos dois países. Na abertura do evento, o ministro da Agricultura e Pecuária do Brasil, Carlos Fávaro, comemorou os resultados da visita.

A primeira conquista da viagem, que iniciou no dia 22 de março, foi o anúncio do governo chinês de levantar o embargo às importações de carne bovina brasileira, que estavam suspensas desde fevereiro. O embargo foi suspenso pela China após 29 dias de negociação, com o cumprimento de todos os protocolos por parte do Brasil.

“Essa rapidez, não precarizando em hipótese alguma a qualidade e a segurança necessária para a relação comercial, mostra a relação afetuosa e profícua entre os dois países. A última vez que aconteceu um caso desses, foram mais de 100 dias para o embargo ser levantado”, disse o ministro.

Fávaro também comemorou a habilitação de quatro novas plantas frigoríficas brasileiras para exportar para a China, o que não ocorria desde 2019, além da retomada de duas plantas frigoríficas que estavam suspensas. “Temos hoje mais de 50 plantas frigoríficas cadastradas para serem avaliadas pelo governo chines. As oportunidades estão postas na mesa e tenho certeza de que teremos mais produtos comercializados com a China”. Também houve avanços na negociação de outros produtos como algodão, milho, uva fresca, noz pecan, sorgo e gergelim.

Durante a visita na China, a delegação do Mapa recebeu uma carta da Administração Geral de Alfândegas da China (GACC) reconhecendo a qualidade, a segurança e a credibilidade do sistema de defesa brasileiro. “Para nós foi um motivo de grande orgulho e fortalecimento da nossa parceria”, disse Fávaro, ressaltando que a carta será entregue ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Outra pauta da agenda do Mapa na China foi a sustentabilidade. O ministro lembrou que o Brasil tem grande potencial de crescimento da produção sustentável, mas ainda faltam investimentos nesta área. Segundo ele, o BNDES está formatando uma linha de crédito com taxas de juros equacionadas para aumentar a produção sustentável no Brasil.

Taxa de juros

Ao comemorar o cenário favorável para a ampliação das relações comerciais, Fávaro chamou a atenção dos empresários brasileiros em relação às taxas de juros praticadas no Brasil.

“A taxa de juros no Brasil está proibitiva. Temos inflação e gastos públicos controlados, estamos trabalhando por um novo marco fiscal e uma reforma tributária, portanto os juros básicos da economia a 13,75% são proibitivos para aumentar as nossas oportunidades. É frustrante abrir tantas oportunidades aqui na China e os empresários brasileiros não conseguirem pegar investimentos com juros dessa forma”.

Correio de Corumbá

SIGA-NOS NO Correio de Corumbá no Google News

 
 
 

Veja Também

Alimentos podem chegar mais baratos aos supermercados com investimento em rodovias, avalia ministro Carlos Fávaro

Com a previsão de uma produção recorde no Brasil, o ministro da Agricultura e Pecuária, Carlos Fávaro, participou da reunião de planejamento do escoamento da...

Brasil suspende temporariamente exportações de carne para a China

O Brasil suspendeu temporariamente as exportações de carne para China, o Ministério da Agricultura confirmou um caso atípico do mal da vaca louca no Pará, tu...

Ministério da Agricultura confirma que caso de vaca louca em bovino é atípico e pedirá retomada de exportações para China

A análise do laboratório de referência da Organização Mundial de Saúde Animal (OMSA) confirmou, na noite de quinta-feira (2), que o caso isolado de Encefalop...

Últimas Notícias