28 ℃

Cidade

Em parceria, Prefeitura vai garantir acesso de produtores familiares à certificação de venda nacional

O Selo Arte possibilita que produtos artesanais de origem animal, possam ser comercializados em todo o Brasil, mesmo tendo apenas a validação sanitária do município (SIM)..

Qui, 13 Abril de 2023 | Fonte: Assessoria PMC


Em parceria, Prefeitura vai garantir acesso de produtores familiares à certificação de venda nacional
Foto: Renê Marcio Carneiro/Arquivo PMC

A Prefeitura quer garantir aos produtores familiares dos assentamentos rurais de Corumbá o acesso ao Selo Arte. A certificação possibilita que produtos artesanais de origem animal, mesmo tendo apenas a validação sanitária do município (SIM), possam ser comercializados em todo o Brasil. O assunto foi discutido esta semana, em Campo Grande, durante reunião entre o secretário adjunto de Desenvolvimento Econômico e Sustentável, Luciano Leite, e o médico veterinário e técnico especialista da ATeG em Agroindústria do Senar/MS, Osvaldo A. Rodrigues.

“Tratamos não apenas com o Senar/MS, mas com a Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento, Ciência, Tecnologia e Inovação (Semadesc) e a Iagro sobre garantirmos os meios para que produtores com o selo do nosso Serviço de Inspeção Municipal (SIM) possam ter acesso ao Selo Arte. Assim, esse produtor que tem o selo do SIM ao receber o Selo Arte pode comercializar esse produto através do Senar, com o ATeG Leite e AteG Agroindústria para o Brasil inteiro”, explicou o secretário adjunto de Desenvolvimento Econômico e Sustentável.

O trabalho segue orientação do prefeito Marcelo Iunes para que sejam desenvolvidas ações com o objetivo promover a articulação entre a produção da agricultura familiar e a destinação, visando o desenvolvimento da economia local e o atendimento direto às demandas dos produtores familiares e do consumidor corumbaense.

A certificação (Selo Arte) é uma maneira de incentivar a produção artesanal e dar condições de comercialização, desde que atendam a padrões de regulamentação. O Selo Arte é entregue ao produto e não à empresa. “Teremos todo o apoio da Iagro para que o produtor, que tem o selo do SIM, receba o Selo Arte e comece a comercializar esse produto certificado para o Brasil inteiro”, destacou Luciano Leite.

O processo para aquisição do Selo Arte obedece critérios determinados pela Iagro. Entre eles está a necessidade de os produtores estarem registrados no serviço de inspeção estadual (SIE) ou serviço de inspeção municipal (SIM), devendo cumprir as boas práticas de fabricação e boas práticas agropecuárias.

“É uma forma comercializar o nosso produto da agricultura familiar tanto no estado de Mato Grosso do Sul como no Brasil inteiro. Teremos uma nova reunião, em 27 de abril, em campo Grande, para o treinamento do nosso gerente do SIM e da sua equipe, com o Senar/MS para começarmos a trabalhar nessa parceria com Iagro, Semadesc, Senar e Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Sustentável, para atendermo aos produtores que retiraram o selo do SIM e transformá-lo no Selo Arte”, completou Luciano.

Correio de Corumbá

SIGA-NOS NO Correio de Corumbá no Google News