22 ℃

Benedito C.G. Lima

SAUDADES DA MINHA INFÂNCIA

Ter, 11 Abril de 2023 | Fonte: Benedito C.G. Lima


Eu sinto 
Em que eu era uma criança
Saudades daqueles tempos 
Em que eu era uma criança
Repleta de esperança;
Que jogava “Amarelinha”
E cantava a “Cirandinha”;
Comia pipoca na praça
De graça;
Andava de charrete
E brincava de “Cabra-cega”,
Hoje tudo está mudando
Nem criança existem mais...
Consumiram a doce Paz
Hoje reina a violência!

Correio de Corumbá

SIGA-NOS NO Correio de Corumbá no Google News

 
 
 

Veja Também

“MEU PANTANAL SONHO ETERNO”

Sou pantaneiro Montado meu gado, cavalgo o meu sonho e me embrenho na mata. Sou pantaneiro E aqui deixei o meu sangue O meu suor A minha vida. Sou pantaneiro...

A MOTOCICLISTA

Desce a colina A linda menina Em sua moto Desenho ou foto Mistério ou encanto Magia surgida da poesia E segue espatifando O negrume da madrugada E leva sua b...

“SALÁ (RIO)/ SALAFRÁRIO”

Inventaram Uma grande bobagem: salário mínimo que não dá nem pro café quanto mais pra sub-viver. E depois os políticos no alto dos palanques pregam melhoria ...

VOA PÁSSARO

Voa pássaro imaginário Na tela cor de Rosa Da fantasia Fazendo a alegria Dos flashs Enquanto nos meandros Sutis da realidade O homem esconde A miséria Que se...

Últimas Notícias