36 ℃

Roberto Maciel (Betão)

CANTINHO DO BETÃO - CURTINDO A MADRUGADA

Seg, 09 Janeiro de 2023 | Fonte: Roberto Maciel (Betão)


   Curtindo a noite, sentado ao relento
   Ouvindo o lamento do vento
   O tempo mudando e a chuva tentando cair e molhar a terra seca
    Castigada pelo sol ardente que, no lombo, a gente sente, ao cumprir a sina de regar as plantas que vão secando, murchando...
   Como o tempo que vai passando
   E a preguiça chegando
   Ouve-se pássaros perto como num campo aberto
   Sem flores, sem frutos, sem amor
   Então ela cai do céu molhando a terra
   E tudo que seu material encerra fazendo brotar do chão, sem ajuda, sementes ocultas no solo
   São mangas, acerolas, pitangas, tomates, quiabos, abóbora e o tempo vai passando...
   E eu, aqui escutando meus CDS antigos, velhos amigos que muito tempo ficaram esquecidos
   E agora estão reunidos nestes tempos modernos
   Revivendo nostalgias, sua potência diante dos aparatos modernos da vida
  E o tempo passa
  Te abraça
  E sons, sem piedade, deixam no peito a saudade
  Dos velhos tempos vividos
  E hoje, só curtidos
  Ouvindo, na madrugada,
  Um som de CD esperando a hora de deitar
  Esticar o corpo na cama
  Dizer boa noite a quem ama
  E orar para ter um dia feliz ao amanhecer
  E, assim vou eu, curtindo a noite pensando no dia seguinte,
  Na tarde e na próxima noite
  Procurando escutar, do vento, o açoite.

*A TODOS VOCÊS, UMA BOA NOITE E QUE TENHAM TODOS UMA BOA SEMANA.

Correio de Corumbá

SIGA-NOS NO Correio de Corumbá no Google News

 
 

Tudo Sobre

corumba
 

Veja Também

CANTINHO DO BETÃO - É SÓ TER FÉ

Final de manhã, sol escaldante o solo esturricado, pouca coisa se produzia, naquele cantinho isolado do mundo onde viviam, num rancho, uma família de campone...

CANTINHO DO BETÃO - TOCANDO EM FRENTE

Nem acredito que já ultrapassamos a metade de janeiro, pois são tantas coisas acontecendo, deixando nossa cabeça a mil por hora. É o tempo mudando de calor i...

CANTINHO DO BETÃO: O FILHO DO SÉTIMO ATACA OUTRA VEZ

Era noite e o bar de Gilson Cara de Bode estava em polvorosa com mais uma noite de casamento. Orlando Cara de Porco já iniciava os preparativos para a “porca...

CANTINHO DO BETÃO: PARAÍSO

Ele bateu na porta da pequena fazenda pedindo pousada e a fazendeira Doralice, como não podia lhe pagar,  ofereceu alguma refeição em troca de seus serviços....

Últimas Notícias