27 ℃

Economia

Indústria de MS projeta mais de 23,5 mil vagas de trabalho em nível técnico em 2023

Estimativa é chegar a 23.521 vagas no ano conforme o levantamento do Observatório Nacional da Indústria

Seg, 30 Janeiro de 2023 | Fonte: Assessoria Fiems


A demanda por profissionais com formação em nível técnico é uma realidade da indústria. Em Mato Grosso do Sul, a estimativa é chegar a 23.521 vagas em 2023, conforme o levantamento do Observatório Nacional da Indústria, hub de dados do Sistema Indústria, com base no Mapa de Trabalho Industrial 2022-2025. Deste total, pelo menos 795 são referentes a primeira formação.

De acordo com o gerente de Educação do Senai, Rogaciano Adão Canhete Junior, além de estar pronto para receber alunos de Ensino Médio ou recém-formados, as portas também estão abertas para quem já atua na indústria. “Há muitos profissionais que necessitam de aperfeiçoamento para adequação aos novos processos de tecnologia, tendo ainda oportunidade para quem ainda não ingressou no mercado de trabalho através de uma formação inicial”, explicou.

Para o diretor-regional do Senai, Rodolpho Caesar Mangialardo, as facilidades tanto econômicas quanto físicas oferecidas pela instituição tornam os cursos mais acessíveis. “Temos unidades em 11 municípios do Estado. Alguns cursos podem ser feitos em educação a distância também. Vale a pena lembrar que se você quer dar um aditivo no seu salário, se você quer melhorar a sua qualidade de vida, mas de 80% das pessoas que concluem os cursos do Senai saem empregados ou verificam melhora na remuneração, no caso dos que já estão no mercado”.

De acordo com o gerente de Educação do Senai, Rogaciano Adão Canhete Junior, além de estar pronto para receber alunos de Ensino Médio ou recém-formados, as portas também estão abertas para quem já atua na indústria. “Há muitos profissionais que necessitam de aperfeiçoamento para adequação aos novos processos de tecnologia, tendo ainda oportunidade para quem ainda não ingressou no mercado de trabalho através de uma formação inicial”, explicou.

Os cursos técnicos têm duração média de um ano e meio, podendo chegar a dois anos, e têm como pré-requisito o aluno estar cursando ou já ter o ensino médio completo. Eles preparam o indivíduo para o exercício de uma profissão por meio de uma metodologia de ensino bastante prática e voltada para o mercado de trabalho.

No Brasil, o Mapa do Trabalho aponta para necessidade de capacitação de mais de 77 mil técnicos para atuar nas oportunidades de base industrial. As vagas nesse nível de formação contabilizarão 2,2 milhões de postos de trabalho, que representam cerca de 18,4% do total do emprego industrial no país.

Inscrições abertas
Para 2023, o Senai MS oferece 2.145 vagas, nas modalidades presencial e a distância.  As turmas serão formadas em unidades de Aparecida do Taboado, Campo Grande, Corumbá, Dourados, Maracaju, Naviraí, Nova Andradina, Rio Verde, São Gabriel do Oeste, Sonora, Sidrolândia e Três Lagoas.

São 1.565 vagas presenciais para os seguintes cursos: técnico em segurança do trabalho, técnico em eletrotécnica, técnico em eletroeletrônica, técnico em manutenção automotiva, técnico em automação industrial, técnico em mecânica, técnico em modelagem, técnico em refrigeração e climatização, técnico em administração, técnico em mineração, técnico em edificações, técnico em eletromecânica, técnico em sistemas de energia renovável, técnico em móveis, técnico em recursos humanos, técnico em celulose e papel, técnico em florestas, técnico em logística, técnico em mecânica e técnico em química.

Já para modalidade a distância são oferecidas 580 vagas. Os cursos são: técnico em eletrotécnica, técnico em manutenção automotiva, técnico em automação industrial, técnico em mecânica, técnico em modelagem, técnico em refrigeração e climatização, técnico em eletromecânica, técnico em segurança do trabalho, técnico em logística, automação industrial, técnico em edificações, técnico em eletromecânica, técnico em automação, técnico em eletrotécnica e técnico em celulose e papel.

Matrículas
A educação profissional técnica de nível médio é destinada a alunos matriculados ou egressos do ensino médio, que devem comprovar a escolaridade ou vínculo com instituição de ensino, e as matrículas podem ser feitas pelo link www.meufuturoagora.com.br ou nas secretarias das unidades operacionais do Senai até 6 de fevereiro de 2023, nas modalidades presenciais, e 13 de fevereiro de 2023 nas aulas EaD. Já o início das aulas está previsto para o dia 13 de fevereiro de 2023 nas turmas presenciais e 18 de fevereiro de 2023 para os cursos a distância.

Os documentos necessários na hora da matrícula são: foto 3x4 recente, carteira de identidade ou CNH (original e cópia), CPF ou declaração da Receita Federal (original e cópia), histórico escolar do Ensino Médio ou documento comprovando que o interessado está cursando a etapa de ensino tida como requisito (original e cópia) e comprovante de residência atualizado.

Somente terá a matrícula confirmada o candidato que tiver concluído ou comprovar estar regularmente matriculado no Ensino Médio e realizar o pagamento da primeira parcela do curso no período de três dias úteis posterior a data de matrícula. O pagamento da mensalidade poderá ser efetuado no setor financeiro das unidades operacionais do Senai por meio de cartão de crédito ou débito ou em instituição bancária por meio de boleto bancário.
 
Serviço – Mais informações pelo 0800 7070 745 ou pelo link www.meufuturoagora.com.br

Correio de Corumbá

SIGA-NOS NO Correio de Corumbá no Google News

 
 

Tudo Sobre

fiems senai
 

Veja Também

Fiems prestigia solenidade de posse do governador Eduardo Riedel e secretários

O chefe de gabinete da presidência da Fiems, Robson Del Casale, representando o presidente da instituição, Sérgio Longen, participou neste domingo (01/01) da...

Fiems e ABPO discutem estratégias para ampliar certificação da pecuária orgânica na cadeia industrial

O chefe de gabinete da presidência da Fiems, Robson Del Casale, recebeu nesta quinta-feira (19/01) diretores da Associação Pantaneira de Pecuária Orgânica e ...

Produção industrial seguiu estável ou em crescimento na maioria das empresas de MS em dezembro

Apesar da atividade menos intensa no final do ano, condição comum para o período, a produção industrial seguiu estável ou em crescimento na maioria das empre...

Últimas Notícias