28 ℃

Geral

Aposentados de 100 e 91 anos realizam Censo Previdenciário e recordam trajetória como servidores

Até o momento, cerca de 47% dos 72.835 mil servidores realizou a atualização cadastral obrigatória. A ausência das informações pode acarretar na suspensão dos benefícios.

Ter, 04 Abril de 2023 | Fonte: Elci Holsback/Comunicação SAD


Aposentados de 100 e 91 anos realizam Censo Previdenciário e recordam trajetória como servidores
Foto: Divulgação

Com documentos em mãos e muita vitalidade, dona Dora Dray Martins se dirigiu até à Ageprev (Agência de Previdência Social de Mato Grosso do Sul) para realizar o Censo Previdenciário.

Mesmo com a possibilidade de realizar o recadastramento on-line, a aposentada de 100 anos de idade fez questão de ir pessoalmente cumprir com sua obrigação como servidora pública e aproveitou a oportunidade para recordar toda sua trajetória profissional.

Foi no período da Segunda Guerra Mundial (1939-1945) que Dora obteve seu certificado de enfermeira, emitido após curso no Hospital do Exército. Desde então, dedicou sua atenção à saúde pública, como servidora da Secretaria de Estado de Saúde. Aposentada desde 1991, mantém a rotina de uma pessoa ativa, que faz questão de resolver seus assuntos pessoais, como o Censo.

“Sou muito ativa, gosto de cozinhar e de acompanhar esses assuntos de documentação. É muito importante fazer o Censo, fui orientada de que é necessário atualizar as informações e por isso fiz questão de vir pessoalmente, mesmo podendo fazer de casa preferi vir”, revela a aposentada.

Orgulhoso em relatar sua trajetória junto à Secretaria de Estado de Fazenda, Antônio Pedro Marques de Figueiredo foi Fiscal de Tributos do Estado durante 41 anos. Hoje, aos 91 anos, se recorda emocionado da missão que recebeu, de ser o primeiro diretor do Tesouro de Mato Grosso do Sul, nomeado em 1979 por Harry Amorim Costa, primeiro governador do recém-criado estado de Mato Grosso do Sul.

Com muitas memórias de um passado produtivo e a certeza de que todos devem cumprir seu papel, o aposentado é exemplo ao procurar a equipe da Ageprev para manter seu cadastro atualizado. A opção on-line, segundo Antônio, é moderna e facilita o envio de informações, mas para quem tem boas histórias para contar, o cumprimento da obrigação como servidor também foi uma oportunidade de dividir experiências.

“Fui muito bem atendido pela equipe da Ageprev. Fui um servidor público muito feliz ao desenvolver todas as atribuições que recebi até a década de 1990, quando me aposentei. Acompanho todas as ações e sei das responsabilidades e por isso não abre mão de apresentar a documentação e ficar em dia com o Censo”, relata.

Verdadeiros exemplos de responsabilidade, Dora e Antônio comprovam que não há idade para exercer a cidadania e que além de viabilizar mais celeridade e segurança ao processo, o Censo on-line também objetiva a comodidade dos servidores, que podem realizar o envio de dados pelo computador ou celular, mas que para públicos específicos, há a opção de atendimento presencial, como ocorreu com os aposentados.

“ A dona Dora e o senhor Antônio são exemplos de comprometimento ao reunir a documentação e procurar as equipes da Ageprev para realizar sua atualização de dados. Esta é a primeira vez que o recadastramento ocorre no formato híbrido, ou seja, on-line, preferencialmente e presencial para casos onde o servidor se sinta mais à vontade ou precise de auxílio. O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Administração, formatou o Censo Previdenciário de forma que o processo seja simples, eficaz e eficiente para o servidor”, detalha a secretária de Administração, Ana Carolina Nardes.

Até o momento, cerca de 47% dos 72.835 mil servidores realizou a atualização cadastral obrigatória. A ausência das informações pode acarretar na suspensão dos benefícios.

Sobre o Censo – a atualização cadastral é obrigatória para segurados, dependentes, aposentados e pensionistas dos órgãos, das autarquias e das fundações do Poder Executivo, dos Poderes Legislativo e Judiciário, do Ministério Público, do Tribunal de Contas e da Defensoria Pública vinculados ao RPPS/MS; militares estaduais, ativos, da reserva remunerada, reformados, dependentes e pensionistas vinculados ao SPSM/MS e servidores ativos que estejam: cedidos, em autorização de exercício, em designação de exercício, a qualquer título, independentemente do destino, licenciados, afastados ou que, por qualquer motivo, estejam ausentes de suas atividades.

Como realizar - o Censo Previdenciário deve ser realizado, preferencialmente na modalidade on-line, por meio do site: www.censo.ms.gov.br. Neste portal há todas as informações, documentação necessária e passo-a-passo para realização do envio de dados de forma simples e segura. O período de atualização cadastral encerra em 28 de abril de 2023.

Correio de Corumbá

SIGA-NOS NO Correio de Corumbá no Google News

 
 
 

Últimas Notícias