32 ℃

Política

Governo de MS reforça tratativas com a Bolívia para ampliar fornecimento de gás natural e atuação na fronteira

Ainda será definida uma data para a realização do encontro oficial, em Corumbá, para tratar desses temas

Ter, 07 Fevereiro de 2023 | Fonte: Marcelo Armôa/Assessoria Semadesc


Em reunião realizada nesta segunda-feira (6), em Brasília, o secretário Jaime Verruck, da Semadesc (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento, Ciência e Tecnologia), reuniu-se com o ministro conselheiro da embaixada da Bolívia, Horácio Villegas. O objetivo foi o de reforçar, em nome do Governo de Mato Grosso do Sul, as tratativas com o Governo boliviano em pautas como a ampliação do fornecimento de gás natural, além de questões logísticas e de controle sanitário na região da fronteira Corumbá-Bolivia.

Governo de MS reforça tratativas com a Bolívia para ampliar fornecimento de gás natural e atuação na fronteira

“Queremos aumentar a venda de gás natural no Brasil, via Gasbol. Hoje, existe uma ociosidade média de 30% no gasoduto. Para isso, é necessário ampliar o fornecimento do gás natural, com ativação o gasoduto da MSGÁS, em Corumbá. Também tratamos do controle sanitário na fronteira e ficou definida a realização de um encontro oficial, em Corumbá, para tratar desses e de outros assuntos, como a integração ferrovia Bolívia-Brasil e da Rota Bioceânica Ferroviária, além da integração Hidrovia e Portuária no Rio Paraguai”, informou o secretário Jaime Verruck.

Ainda será definida uma data para a realização do encontro oficial, em Corumbá, para tratar desses temas, que deverá contar com a presença do governador Eduardo Riedel, do secretário Jaime Verruck, do ministro de Hidrocarburos y Energías da Bolívia, Franklin Molina, e do presidente executivo da YPFB (Yacimientos Petrolíferos Fiscales Bolivianos, empresa boliviana responsável pelo transporte do gás), Armin Dorgathen Tapia.

“Na reunião com o ministro Horácio, nos foi informada a preocupação do governo boliviano com a questão do fornecimento gás. Houve sinalização muito clara de que a Bolívia deve investir na exploração do gás natural, pois já está demonstrado que não há capacidade de ampliar o fornecimento. O ministro nos informou que já estão ocorrendo investimentos de exploração novas reservas de gás natural e isso é importante para Mato Grosso do Sul”, finalizou Jaime Verruck.

Correio de Corumbá

SIGA-NOS NO Correio de Corumbá no Google News

 
 
 

Últimas Notícias