28 ℃

Meio Ambiente

PMA intensifica ações para reduzir atropelamento de animais no Carnaval

Entre 2016 e 2023, um total de 17 onças-pintadas morreram vítimas de atropelamento na BR-262, no trecho de aproximadamente 200 km entre Miranda e Corumbá.

Sáb, 18 Fevereiro de 2023 | Fonte: Natalia Yahn e João Pedro Flores/Assessoria


PMA intensifica ações para reduzir atropelamento de animais no Carnaval
Foto: Bruno Rezende

Para reduzir os atropelamentos de animais nas rodovias de Mato Grosso do Sul, especialmente no período de Carnaval quando o fluxo de veículos aumenta, a PMA (Polícia Militar Ambiental) em Miranda, com o apoio da PRF (Polícia Rodoviária Federal) e do IHP (Instituto Homem Pantaneiro), intensifica ações para orientação dos condutores na BR-262.

Entre 2016 e 2023, um total de 17 onças-pintadas morreram vítimas de atropelamento na BR-262, no trecho de aproximadamente 200 km entre Miranda e Corumbá. Na lista vermelha da União Nacional para a Conservação da Natureza, a espécie é classificada como quase ameaçada.

O comandante da PMA em Miranda, Capitão Jorge Manuel Martins Jr. explica que haverá ação educativa com policiamento ostensivo e preventivo. “Nosso foco é o trecho de 200 quilômetros entre Miranda e Corumbá. Os trabalhadores e produtores rurais avistaram recentemente uma onça com dois filhotes, atravessando a via. E além disso, no dia 27 de janeiro uma onça foi atropelada. É período de Carnaval, e aumenta muito o fluxo de veículos, por isso fazemos o alerta e pedimos cuidado”.

As ações de orientação aos motoristas são realizadas desde o início da semana, em trechos mais críticos é feito monitoramento, inclusive com apoio de moradores e donos de propriedades na região. “Vamos trabalhar em conjunto, com muito apoio das autoridades públicas, para aplicar medidas para evitar esses atropelamentos”, disse o presidente do IHP, Angelo Rabelo.

O Estado recebe inúmeros turistas nessa época, com isso, é preciso tomar cuidado nas rodovias e nas vias urbanas, pois durante o verão a tendência é que os animais transitem com frequência. O médico veterinário Lucas Cazati, do  CRAS (Centro de Reabilitação de Animais Silvestres), explica que a movimentação durante o verão acontece por causa da busca de alimentos, principalmente de animais nômades, como capivaras e quatis. “Eles sabem que logo vai chegar o inverno e a alimentação vai ficar escassa”.

Nas rodovias, é necessário ter ainda mais cuidado com animais de grande porte, como as antas. As recomendações são simples: andar com cautela e não acionar farol alto, pois o animal fica sem ação.

Recentemente um lobo atropelado, sobreviveu e foi capturado pela Polícia Militar Ambiental. O animal passou por cirurgia no CRAS para correção de fratura na pata, reabilitado e devolvido à natureza.

Em caso de atropelamento, o motorista deve entrar em contato imediatamente com a PMA, pelo número (67) 3357-1500 ou (67) 3357-1501. 

Correio de Corumbá

SIGA-NOS NO Correio de Corumbá no Google News

 
 
 

Últimas Notícias