22 ℃

Educação

Sejusp intensifica monitoramento de escolas para reduzir tempo de resposta em ocorrências

Sejusp ativou, nesta quinta-feira (13), o Gabinete de Gestão de Incidentes no Centro Integrado de Comando e Controle (CICC).

Qui, 13 Abril de 2023 | Fonte: Luciana Brazil/Assessoria Sejusp


Sejusp intensifica monitoramento de escolas para reduzir tempo de resposta em ocorrências
Fotos: Joelma Belquior

Como parte das ações que visam garantir a segurança de estudantes e profissionais da educação em Mato Grosso do Sul, a Sejusp (Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública) ativou, nesta quinta-feira (13), o Gabinete de Gestão de Incidentes no Centro Integrado de Comando e Controle (CICC), que funciona no Parque dos Poderes, em Campo Grande.

O objetivo é intensificar o monitoramento e a coordenação de ocorrências ou ameaças que envolvam escolas públicas ou particulares para que todo e qualquer incidente seja tratado de forma célere e integrada, e que as medidas sejam rápidas, qualificadas, reduzindo o tempo de resposta e os riscos envolvidos.

“Reunimos um colegiado de diversos órgãos, onde cada instituição utiliza o que há de melhor em seu sistema, em seu cadastro, com banco de dados, sistemas, infraestrutura, inteligência e, dentro da necessidade operacional, compartilha a informação com o Centro de Comando e Controle. Para cada demanda existe um tempo de reposta específica. Estamos atendendo desde a assistência social e ambiente escolar, até o nível de investigação e inteligência”, explicou o secretário-executivo de Segurança Pública da Sejusp, coronel Wagner Ferreira da Silva.

A vigilância e o acompanhamento das escolas já são realizados pelas forças de segurança e por outras entidades. No entanto, durante um determinado período diversos órgãos da estrutura de segurança pública e educação (município, estado e união) estarão de prontidão no CICC.

“Temos uma estrutura pronta para atender de forma rápida qualquer ocorrência e estamos integrados. Toda a estrutura de segurança púbica e estatal está organizada e pronta para atender com medidas ágeis e efetivas. Já fazemos o trabalho de monitorar as escolas, estando cada instituição vocacionada naquilo que é de sua competência, mas neste momento estamos aqui de forma integrada para compartilhar as nossas potencialidades”, disse o coronel PM Wagner.

Sejusp intensifica monitoramento de escolas para reduzir tempo de resposta em ocorrências

Entre os envolvidos no trabalho de sentinela estão os representantes da Sejusp, dos setores de inteligências das forças de segurança, Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros Militar, Guarda Civil Metropolitana, Ciops, além de outros representantes do Programa Escola Segura, Família Forte, da Secretaria Estadual de Educação, Secretaria Municipal de Educação, Conselhos Tutelares e da rede particular de ensino.

“Essa é uma ferramenta de gestão. Trouxemos todas as forças ao CICC para que possamos ter a solução do problema com todos os atores envolvidos, incluindo escolas, conselhos tutelares”, afirmou o secretário adjunto da Sejusp, Ary Carlos Barbosa.

No CICC, por meio de grandes painéis e tecnologia de compartilhamento de dados, é possível acompanhar a dinâmica de viaturas e ocorrências em todo Estado. "No painel podemos ver a distribuição das viaturas da Polícia Militar, viaturas da Guarda Municipal e de qualquer outra instituição que precise compartilhar suas informações. Se a Policia Civil receber uma informação que precise ser compartilhada, ela será replicada e cada instituição poderá tomar medidas cabíveis de acordo com o âmbito de cada uma delas", explicou o coronel Wagner Ferreira.

Na manhã desta quinta-feira, a Sejusp apresentou à imprensa como será a atuação das forças, a utilização da geolocalização de viaturas, entre outras atividades utilizadas.

Além do secretário Adjunto de Justiça e Segurança Pública e do secretário-executivo de Segurança Pública da Sejusp, estiveram presentes a delegada-geral adjunta da Polícia Civil, Rozeman Geise Rodrigues de Paula, a subcomandante-geral da Polícia Militar, coronel PM Neidy Centurião e o coordenador do Programa Escola Segura, Família Forte, Valson Campos dos Anjos.

Correio de Corumbá

SIGA-NOS NO Correio de Corumbá no Google News

 
 
 

Veja Também

Últimas Notícias