36 ℃

Educação

IFMS emite nota de repúdio a atos antidemocráticos

Além de repudiar os ataques aos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário, instituição reiteira compromisso com a democracia

Ter, 10 Janeiro de 2023 | Fonte: Ascom/IFMS


O Instituto Federal de Mato Grosso do Sul (IFMS) emitiu Nota de Repúdio aos ataques ocorridos nesse domingo, 8, em Brasília (DF), nas sedes do Palácio do Planalto, Congresso Nacional e Supremo Tribunal Federal (STF).

Leia na íntegra a nota assinada pela reitora em exercício e pró-reitora de Ensino, Cláudia dos Santos Fernandes:

O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso do Sul (IFMS) vem a público repudiar veementemente os ataques terroristas e antidemocráticos que ocorreram em Brasília (DF) nesse domingo, 8 de janeiro de 2023, nas sedes dos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário.

Como instituição pública federal de ensino comprometida com a missão de promover a educação, o IFMS condena todo e qualquer ato que venha ferir ou sequer arranhar a democracia brasileira, cujo pilar é a Constituição Federal de 1988.

Entendemos que os responsáveis pelos danos contra o patrimônio público ocorridos na Capital da República Federativa do Brasil - considerada Patrimônio Cultural da Humanidade pela Unesco - devem ser identificados e punidos no rigor da lei.

Por fim, o IFMS reitera seu compromisso com a democracia e o respeito irrestrito aos poderes constituídos.

Conif - O Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (Conif), do qual o IFMS faz parte, emitiu nota sobre o assunto na noite desse domingo, 8. Confira na íntegra:

É com consternação que o pleno do Conif, Institutos Federais, Cefets e o Colégio Pedro II acompanham os desdobramentos dos atos terroristas que atentam contra a democracia brasileira, neste domingo (8/1). É necessário que os brasileiros e as brasileiras condenem esses ataques aos Três Poderes e preservem o Estado Democrático de Direito.

Brasília, Patrimônio Cultural da Humanidade da Unesco, não merece esse ataque sorrateiro ao seu patrimônio, que é um bem de todos os brasileiros. Os danos contra o patrimônio público, contra o Estado Brasileiro e a soberania popular precisam ser apurados, investigados e punidos ao rigor da lei, ainda que recaia sobre possíveis conivências do poder público.

Tal atentado fascista/terrorista contra o Brasil não irá triunfar e a tentativa de golpe fracassou e fracassará diante da democracia brasileira. Lula é o presidente do Brasil, Arthur Lira é o presidente da Câmara, Rodrigo Pacheco é presidente do Senado, Rosa Weber é presidente do Supremo Tribunal Federal.

Correio de Corumbá

SIGA-NOS NO Correio de Corumbá no Google News

 
 
 

Veja Também

Flávio Dino anuncia a prisão de todos os terroristas e seus financiadores

Em entrevista coletiva neste domingo (8), o ministro da Justiça, Flávio Dino, disse que todos os atos criminosos praticados por terroristas bolsonaristas em ...

CNI defende punição exemplar para os atos antidemocráticos

A Confederação Nacional da Indústria (CNI) é veementemente contra todo e qualquer tipo de manifestação antidemocrática. Os responsáveis pelos atos terrorista...

Últimas Notícias