28 ℃

Geral

Governo do Estado e Sebrae firmam parceria para fomentar ciência, inovação e tecnologia

Protocolo de intenções foi assinado na segunda-feira (30) para realização de iniciativas que conectem setor privado, pesquisadores e gestores públicos

Qua, 01 Fevereiro de 2023 | Fonte: Assessoria Sebrae/MS


Com o objetivo de fomentar a ciência, inovação e tecnologia em Mato Grosso do Sul, o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento, Ciência, Tecnologia e Inovação (Semadesc), da Secretaria Executiva de Ciência, Tecnologia e Inovação e o Sebrae/MS firmaram protocolo de intenções. A assinatura ocorreu na última segunda-feira (30), no evento Sebrae 2023 – Inovando Caminhos Para Empreender, quando a instituição apresentou as principais ações para apoiar os pequenos negócios neste ano.

O titular da Semadesc, Jaime Verruck, também conselheiro do Sebrae/MS, esteve presente no evento. Na data, participaram da assinatura, representando o Governo do Estado, o secretário executivo de Ciência, Tecnologia e Inovação, Ricardo Senna, conselheiro do Sebrae/MS, o presidente do Conselho Deliberativo Estadual do Sebrae/MS e presidente do Sistema Famasul, Marcelo Bertoni, e a Diretoria Executiva do Sebrae/MS: o diretor-superintendente Claudio Mendonça, o diretor de Operações, Tito Estanqueiro, e a diretora-técnica, Sandra Amarilha.

“O Sebrae sempre busca junto aos seus parceiros como um todo, como o Estado, as prefeituras, as entidades do Sistema S, entre outros, levar conhecimento para dentro dos pequenos negócios. Neste sentido, assinamos um convênio com o Governo do Estado para levar inovação para os empresários. Em 2023, o Sebrae irá investir mais de R$ 30 milhões no campo da inovação, contemplando consultorias e qualificação desses pequenos negócios”, destacou o diretor-superintendente do Sebrae/MS, Claudio Mendonça.

Segundo o documento assinado, o protocolo de intenções entre Semadesc e Sebrae visa a implementação de iniciativas para empreendedores, empresários, pesquisadores e gestores públicos, de modo a apoiar a inovação, ciência e tecnologia. A iniciativa está dividida em quatro eixos temáticos para o desenvolvimento e a criação de ambiência favorável aos pequenos negócios e para aumentar sua competitividade: inovação, pesquisa e desenvolvimento e qualificação profissional; estímulo a negócios inovadores; política pública e ambiência para inovação; e inovação e desenvolvimento sustentáveis.

O secretário executivo de Ciência, Tecnologia e Inovação, Ricardo Senna, afirma que a inovação é necessária para o desenvolvimento do Estado, e o protocolo de intenções visa a conexão entre setor privado e a academia, de modo a levar soluções tecnológicas e inovação. “As grandes transformações que podem ocorrer no desenvolvimento do Estado se dão pelo processo da inovação. Já temos no Governo do Estado uma expertise de tratar com a academia o financiamento e o apoio à pesquisa científica. Agora, precisamos nos aproximar do setor privado, para saber as necessidades das empresas, para que possamos ajudar com a pesquisa tecnológica e projetos inovadores”, disse.

Conforme o secretário, com o pacto, as entidades irão atuar de forma conjunta a partir de uma série de ações, que além da integração entre setor privado e academia, contemplam o fortalecimento dos ecossistemas de inovação, levar conhecimento para a transformação da bioeconomia – segmento que utiliza produtos da biodiversidade –, entre outros. O objetivo com este trabalho é promover o lançamento de novos produtos, serviços e processos inovadores, acelerando o desenvolvimento do setor privado a partir da ciência.

“A gente começa a partir disso, fazer esse olhar e colocar o apoio da política pública: como que o Estado, por meio da sua ação, pode ajudar nessa articulação, trazer a relação daquilo que é pesquisado nas instituições de pesquisa, com o que as empresas precisam. Essa integração é importante e estamos, com esse protocolo, usando a estrutura e a expertise que o Sebrae tem, para fazer essa aproximação e construirmos um desenvolvimento que seja pautado no tripé ‘ciência, tecnologia e inovação’”, complementa Senna.

Atualmente, o Sebrae/MS apoia o fortalecimento de ecossistemas de inovação e realiza ações planejadas em nove municípios do estado: Campo Grande, Chapadão do Sul, Corumbá, Dourados, Maracaju, Naviraí, Nova Andradina, Ponta Porã e Três Lagoas. Também está em andamento o mapeamento e implantação de ecossistemas em mais duas cidades. Ecossistemas de inovação são ambientes onde atores públicos, privados e entidades voltadas à inovação atuam de forma conjunta e interdependente, para potencializar a competitividade local e o desenvolvimento tecnológico.

Para mais informações sobre as ações desenvolvidas pelo Sebrae/MS, os interessados podem buscar a Central de Relacionamento do Sebrae, no número 0800 570 0800 ou o portal oficial: ms.sebrae.com.br.

Correio de Corumbá

SIGA-NOS NO Correio de Corumbá no Google News

 
 

Tudo Sobre

sebrae-ms semadesc
 

Veja Também

Sebrae abre agenda de capacitações online para empreendedores em janeiro

Para quem deseja começar 2023 focado em se capacitar e impulsionar seu negócio, o Sebrae/MS está com agenda de cursos e oficinas online aberta. Realizadas de...

Em MS, micro e pequenas empresas sustentam saldos de empregos no mês de novembro

De acordo com o estudo divulgado pelo Sebrae este mês, tendo por base os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED), as micro e pequenas e...

Brasil Mais: Sebrae/MS abre inscrições para programa voltado à inovação e produtividade

Estão abertas as inscrições para o primeiro ciclo de 2023 do programa Brasil Mais, destinado a Microempresas (ME) e Empresas de Pequeno Porte (EPP). Os inter...

Últimas Notícias